Arquivo de Notícias: julho - 2016

Profissionais debatem gestão da gastronomia em evento que integra programação paralela do Balneário Saboroso

22 de julho de 2016

Com o intuito de debater a gestão da gastronomia no Brasil e principalmente na região, aconteceu na noite desta quinta-feira, 21, no Infinity Blue Resort & Spa, a Mesa Redonda “Gestão em Gastronomia – Oportunidades do cenário atual”. O Presidente do Balneário Camboriú Convention & Visitors Bureau, João Francisco Barão, que também é sócio fundador do Guacamole Cocina Mexicana e do Didge Steakhouse Pub mediou a troca de experiências, que também contou com a presença do Diretor Executivo da Abrasel de SP, Marco Amatti, do Presidente da Abrasel de SC, Raphael Dabdab e do proprietário da Pizza Bis e VP de Gastronomia do Convention Bureau, Roberto Kist.


Durante a noite foram apresentados dados do setor no Brasil e abordados temas como o planejamento, a importância do plano de negócios, do foco e da capacitação. João Francisco Barão iniciou sua fala trazendo o dado de que apenas 15% dos donos de restaurantes realmente conhecem a linguagem da gestão e questionou quantos estão de fato preocupados em reaprender a forma de gerir seus negócios.  “Muitas vezes o negócios veio de família, e isso foi em uma geração em que o consumidor não era tão irrequieto, era mais acomodado. Mas os negócios mudam e essa é a principal questão que a gente quer focar nesta noite, do planejamento”, diz.

 

Na oportunidade, o consultor Marco Amatti abordou três conceitos básicos que precisam constar no planejamento de um restaurante, que são: produto, ambiente e atendimento. Para ele, entender o que o cliente busca também é fundamental. “É muito difícil manter o cliente, mas depois que você entende e utiliza os recursos disponíveis, como as redes sociais, é possível. Trazer cliente para dentro eu acho relativamente fácil, agora manter é muito difícil. É importante ter essa sensibilidade”, diz.

 

Rafael Dabdad citou uma pesquisa divulgada há pouco tempo que estuda as causas de mortes das empresas e lembrou que 55% dessas empresas não tinham um planejamento. Também abordou a importância de conhecer o cliente e principalmente a concorrência. “O que eu posso oferecer que o meu concorrente não oferece. Porque ele vai sair de casa e vir no meu restaurante? Eu acho que tudo começa com estas perguntas”, disse.  

 

O empresário Roberto Kist trouxe toda a sua experiência de trabalho da Pizza Hut e agora como gestor da Pizza Bis, que atualmente conta com duas unidades em Balneário Camboriú. Para ele, quem quer crescer e superar a crise precisa de planejamento e muito trabalho. “O empresário não pode parar no tempo, se você parar, alguém vem e te passa. Você precisa estar sempre pesquisando, inovando e, principalmente, estar um passo a frente”, finaliza.  


Aromas e uvas ganham destaque na palestra sobre vinhos que integra programação paralela do Saboroso

21 de julho de 2016

O universo dos aromas, das uvas e dos rótulos dos vinhos ganharam novos horizontes para o público que participou da palestra ministrada pelo sommelier da Enoteca Decanter, Tony Radeke, durante evento que aconteceu na noite da última terça-feira, 19. A palestra sobre vinhos fez parte da programação da sétima edição do Balneário Saboroso, o maior festival gastronômico de Santa Catarina,  que acontece até 31 de julho em Balneário Camboriú.

 

Tony começou a sua fala destacando o quanto é apaixonado pelo mundo dos vinhos e explicou ao público sobre os diferentes tipos de aromas, que podem: vir da própria uva, serem formados durante a fermentação e durante o estágio em barrica (onde podem surgir aromas como chocolate, canela, madeira de carvalho, cravo e até fumaça) e também durante a evolução do vinho, quando ele já está engarrafado.

 

O especialista também incentivou o público a apurar os seus sentidos, defendendo que para sentir o sabor do vinho é preciso interagir com o olfato. Por isso é feito o ritual “olhos-nariz-boca”. “A melhor forma de degustar é degustar. Precisamos experimentar, saborear os vinhos com calma e em goles pequenos. Vinho não é água para ser tomado a goles longos”, disse. Ao longo da palestra Tony também falou sobre as diferentes uvas utilizadas nos vinhos, ressaltando que as uvas usadas para se fazer a bebida são muito diferentes das uvas de mesa, para comer.

 

O casal de aposentados José e Maria Minuzzi reside há apenas três meses em Balneário Camboriú. Para conhecer melhor a cidade eles estão participando ativamente do Saboroso. Eles foram nas palestras Vale da Cerveja - Momentos de Experiência e também na de Vinhos. “Estamos adorando o evento e aproveitando para conhecer os restaurantes da cidade e estão todos muito bons. Também vamos na palestra do Casal Rueda, na próxima semana”, conta José.

 

 

Os vinhos degustados durante a noite foram o Pinot Grigio Valdidge 2014 Albino Armani, da Itália, o Kaykun Pinot Noir 2010 Terranoble, do Chile, o Torus Madiran 2010 Acun Brumont, da França, e o Morena Viña Alicia San Albero 2008, da Argentina. O presidente do Balneário Camboriú Convention & Visitors Bureau, entidade que realiza o Balneário Saboroso, João Francisco Galvão Barão, aproveitou a ocasião para agradecer a parceria e apoio de Tony e ao fim do evento presenteou o sommelier com a taça desta edição do festival, que é dada para quem for a quatro dos 38 restaurantes participantes do Saboroso.


Cervejas artesanais do Vale Europeu são destaques em palestra que integra programação paralela do Balneário Saboroso

15 de julho de 2016

Muita cevada, histórias, sabores e aromas fizeram parte da palestra “Vale da Cerveja – Momento de Experiência”, que integrou a programação paralela da 7ª edição do Balneário Saboroso e aconteceu nesta quinta-feira, 14, no Infinity Blue Resort & SPA. Na ocasião o público pode experimentar cinco tipos de cervejas diferentes da região de Blumenau e aprender um pouco mais sobre essa bebida tão consumida no país. Quem conduziu a noite foi o sommelier Carlo Giovanni Lappolli, junto do presidente do Blumenau e Vale Europeu Convention & Visitors Bureau, Valmir Zenatti.

Zenatti abriu a noite salientando que Blumenau sempre foi apresentada ao público como a cidade da Oktoberfest, mas que isso era muito pouco, considerando que a festa só ocorre uma vez por ano na cidade. Por conta disso, há seis anos vem se trabalhando a cerveja como o ator principal da cidade e região. Carlo Giovanni apresentou as cervejarias que participam do Vale da Cerveja, um projeto recém-criado e que propõe roteiros pelas cervejarias, são elas: Bierland, Container, Das Bier, Cerveja e Malte, HandWork, Kiezen, Oktobier e Zehn Bier. Além disso, eles demonstraram preocupação com a profissionalização do trade, que precisa entender a importância das cervejarias para a região. “É inadmissível, por exemplo, o turista chegar em um hotel de Blumenau e só ter no frigobar cervejas comuns. É preciso ter pelo menos um exemplar das nossas artesanais”, disse Carlo.

 

Ao longo da noite, o público pode aprender um pouco mais sobre a história da bebida e da sua transformação ao longo dos anos. As cervejas artesanais, por exemplo, podem ser mais carregadas alcoolicamente, além de serem mais aromatizadas e com sabor diferenciado. Foram oferecidas para degustação cinco tipos diferentes de cerveja: Joke Lager, Ipê Amarelo, Bierland Bock, Das Bier – Starke Bier e Zehn Bier. Os participantes degustaram com calma o líquido, percebendo a diferença de cada uma e pensando na harmonização enquanto saboreavam. As diferenças foram notáveis, por exemplo, a Joke e a Ipê, na opinião do público, seriam boas para harmonizarem com comidas leves, como o sushi, já a Bierland Bock seria adequada para uma comida mais gordurosa, como uma carne de porco.


 1 2  ›