Arquivo de Notícias: agosto - 2016

Convention Bureau realiza prestação de contas do 7º Balneário Saboroso

19 de agosto de 2016

O Balneário Camboriú Convention & Visitors Bureau organizou reunião com os representantes dos restaurantes participantes do Balneário Saboroso nesta última quinta-feira, 18, no Hotel Mercure, apoiador deste último evento, para análise dos resultados e prestação de contas dessa edição, que mais uma vez quebrou recordes de pratos vendidos: foram 14.183 menus comercializados durante o evento.

 

O Presidente do BC Convention, João Francisco Galvão Barão, elogiou o engajamento dos donos de restaurantes em prol do evento, mas defendeu que o grande desafio será fazer o Saboroso crescer ainda mais, buscando sempre a inovação. Ao longo da apresentação, comandada pela executiva do Convention, Adriana Both De Pin, foram destacadas todas as ações que alavancaram a edição deste ano do Saboroso, como promoções e divulgação nas ruas, distribuição de flyers, guias dos restaurantes participantes, divulgação no Aeroporto de Navegantes, matérias e entrevistas na imprensa, dentre outros. Tudo isso também refletiu nas visualizações do site, que ultrapassaram 260 mil neste ano.

 

O restaurante que quebrou recordes de vendas nesta edição foi o Indaiá, com 1.612 menus comercializados.  Toda a equipe do estabelecimento foi presenteada com medalhas, taças do Saboroso e passaportes para o Parque Unipraias e Barco Pirata. Quem ganhou o prêmio de vendas com base no índice de potencial instalado - que leva em conta a capacidade de atendimento -  foi o L’Assiette Cozinha de Autor, seguido pelo Acqualina Bistrô e TN Bistrô.

 

O Saboroso também contou com uma ação social de arrecadação de alimentos. Neste ano a parceria foi com o Lions Clube de Balneário Camboriú e arrecadou mais de 200 kg de alimentos não perecíveis, que foram doados ao Centro Especializado em Reabilitação de Toxicômanos e Alcoolistas de Camboriú.

 

Uma novidade do Balneário Saboroso deste ano foi a participação da empresa Mister O, que trabalha com o serviço de cliente oculto e analisou vários aspectos de 26 restaurantes participantes do evento. Eles identificaram a qualidade do menu, se os estabelecimentos obedeciam as regras e divulgavam o Saboroso da forma que foram orientados e, com isso, fizeram um levantamento qualitativo (pontos positivos e negativos) dos restaurantes no evento. O resultado foi bastante positivo: a média geral na qualidade dos restaurantes ficou em 87.15% e sobre a presença deles no evento em 71%. Outros pontos elogiados foi o bom custo benefício, boa qualidade dos pratos, menus criativos e programação paralela atrativa.


Balneário Saboroso mais uma vez bate recorde de vendas e se reafirma como maior evento gastronômico do estado

05 de agosto de 2016

Chegou ao fim mais uma edição do Balneário Saboroso, maior Festival Gastronômico do segmento no estado. Mais uma vez o evento bateu recordes de vendas: foram 14.183 menus comercializados nos 38 restaurantes participantes desta 7ª edição, um aumento de 13% em relação ao ano passado.

Neste ano, os estabelecimentos gastronômicos investiram na criação de receitas exclusivas e na utilização de ingredientes regionais na elaboração dos pratos. O Presidente do Balneário Camboriú Convention & Visitors Bureau, João Francisco Barão, afirma que o evento mais uma vez conseguiu impactar positivamente o turismo da região. “Esse sucesso de vendas é mérito de todo o grupo, que se dedicou ao longo de um ano no planejamento e principalmente na execução deste projeto. Agora já estamos voltados para a oitava edição do evento, que irá trazer novidades e, é claro, muitas delícias, para fazermos, mais uma vez, da próxima edição a melhor de todas”, diz.

Quem participou do evento pela primeira vez nesta 7ª edição foi o Restaurante L`assiete Cozinha de autor. O chef Leandro Miranda afirma que nestes oito anos nunca vendeu tantos pratos em um período tão curto de tempo. “Infelizmente não conseguimos atender todas as demandas de reservas no período, por isso até resolvemos estender por uns dias a mais o menu do Balneário Saboroso”, conta. Miranda afirma que a maior parte do público que foi até o restaurante ainda não conhecia o estabelecimento e que foi importante a participação, até para mostrar o restaurante para a cidade.

Quem também está comemorando os resultados é a empresária Katia Pacheco, do restaurante O Pharol, que participa do festival desde a sua primeira edição. “Olhando para trás, a gente não imaginava que o festival faria todo esse sucesso. A gente acreditava na união e decidimos apoiar a ideia”, lembra. Kátia afirma que a cada ano o festival vem melhorando e que embora a crise tenha chegado neste ano para todos, o restaurante teve um bom movimento no período, que, inclusive, superou ano passado. “Isto é reflexo de um trabalho muito bem feito durante todos estes anos, que consolidaram o festival”, diz.

O 7º Festival Gastronômico é uma realização do Balneário Camboriú Convention & Visitors Bureau e contou com o patrocínio da Embraed Empreendimentos, da Importadora Decanter e da Cachaça 51, além dos seguintes apoiadores: a Prefeitura Municipal de Balneário Camboriú – através da Secretaria de Turismo, o SEBRAE Santa Catarina, a UNIVALI – através do Curso de Gastronomia, o Infinity Blue Resort & Spa e a Cristal Blumenau. 


Casal Rueda defende a gastronomia consciente e apresenta mais sobre a cultura suína em aula show em Balneário Camboriú

02 de agosto de 2016

Entrosados, com muita parceria e bom humor, o casal Jefferson e Janaína Rueda arrancou gargalhadas do público na noite desta quinta-feira, 28, quando trouxe a sua história de sucesso e também a sua visão sobre a gastronomia consciente, principalmente voltada para a carne suína. Os dois fecharam a programação paralela da sétima edição do festival gastronômico Balneário Saboroso, com uma aula-show no auditório da Univali de Balneário Camboriú. 

Janaína chefia o Bar da Dona Onça, que tem como foco resgatar a gastronomia boemia de São Paulo. Já Jefferson comanda A Casa do Porco, que tem no menu todos os pratos com foco na carne suína. O lema de Jefferson é: usar ‘do focinho ao rabo’. Ele utiliza aproximadamente nove toneladas de porco por mês em seu restaurante e o diferencial é que ele aproveita todo o animal, desde a cabeça, como também a papada, o lombo e, inclusive, a gordura.

O casal abriu a aula-show com a preparação de um tartare de carne de porco crua, prato que faz sucesso entre o público que frequenta a Casa. Antes de disponibilizá-lo, os Rueda pesquisaram e descobriram que seriam o primeiro estabelecimento a comercializar a iguaria. “Antes realmente não era indicado comer a carne de porco crua, porque o porco era criado como um porco, em lugares com lixo, por exemplo. Mas hoje é diferente. Os porcos que são servidos no meu restaurante vivem em um lugar extremamente limpo, tomam banho várias vezes ao dia e só se alimentam de soro de leite, frutas e legumes, além de serem inspecionados frequentemente por veterinários”, explicou. Mesmo assim, quando foi anunciando que o restaurante iria comercializar o prato, a Vigilância Sanitária bateu no restaurante diversas vezes com a desconfiança do que seria servido. Entretanto, Jefferson conseguiu confirmar a qualidade da carne. O tartare é feito com o lombo do porco, gema de ovo pasteurizada e temperos como pimenta do reino, salsinha e cebola. Vale destacar que a carne fica maturando 15 dias com sal, o que apura o seu sabor.

Ao longo da palestra, Janaína e Jefferson também contaram detalhes de suas vidas e  aproveitaram a ocasião para discutir a forma de consumo da população, que hoje só come determinados tipos de carne, com preferência para filé mignon, dentre outras ‘carnes nobres’ e contaram que estão encabeçando uma campanha para defender o uso do sangue animal como ingrediente para preparar pratos, como  a morcilha, por exemplo. “Hoje foca-se somente em alguns cortes, o ser humano é egoísta e modista. Se aproveitássemos todo o animal, se mataria menos”, destacou Jefferson.

O prato principal foi preparado por Janaína: um cozido de porco, com frutos do mar, repolho e caldo de cabeça de porco – o ‘tempero’ é utilizado em praticamente todos os pratos da Casa do Porco. Jefferson preparou os acompanhamentos: arroz e uma deliciosa farofa de banana, temperada com suco de limão, azeite, cebola, pimenta biquinho, dentre outros condimentos. Ao longo do preparo os chefs  iam dando dicas para o público, como os cuidados com receitas com banana, já que a fruta fica preta rapidamente e fica ainda mais gostosa se consumida quando fresca. 

A sobremesa também teve o seu toque final com um ingrediente do porco. Foram morangos temperados com manjericão, aceto balsâmico e açúcar, cobertos com suspiro, chantily e toffee de bacon. O casal também presenteou o público com balas, feitas de leite com bacon e camisetas dos restaurantes deles. Jefferson destacou o quanto deseja que o brasileiro coma mais carne suína, lembrando o quanto ela é saborosa e saudável.